Meio Ambiente

Após dois anos da microexplosão impactos ainda refletem na natureza

Fenômeno afetou Campinas e região

Jornalismo TVB Record TV

 

Há dois anos, um fenômeno conhecido como microexplosão atingiu cidades da região de Campinas. O cenário de destruição marcou os moradores das casas atingidas e os impactos ambientais ainda são perceptíveis na natureza.

Tudo aconteceu nas proximidades da Fazenda Santa Elisa, região norte da cidade de Campinas. Os efeitos devastadores resultaram em casas destelhadas, quedas de árvores, destruição de residências e até mesmo um shopping, que ficou irreconhecível. De acordo com informações da Prefeitura, 2 mil imóveis sofreram danos.

À época, dados oficiais apontaram que 4 mil árvores foram derrubados com a passagem da microexplosão, mas, o impacto foi ainda maior na área de proteção ambiental, que abrage os distritos de Sousas e Joaquim Egídio. Moradores relatam que durante meses espécies de aves e mamígeros desapareceram e, apesar do esforço para recuperar a vegetação, os impactos devem ser amenizados em cerca de 10 anos.

 

 

Mais de Meio Ambiente