Destaque

Sucesso na prevenção do câncer do colo do útero em Indaiatuba

 

No Brasil, a cada 90 minutos morre uma mulher, na faixa etária de 45 anos, em consequência do câncer do colo do útero. Em Indaiatuba, mulheres como a assistente administrativa Fernanda Bimonti, estão tendo a oportunidade de fugir dessa estatística. A cidade fez uma parceria com a Unicamp, a Universidade Estadual de Campinas, para a realização de exames de rastreamento do câncer do colo de útero com HPV, o Papiloma Vírus Humano. O trabalho vem sendo desenvolvido há um ano e tem obtido resultados importantes. Um deles é a redução em 30% na realização dos exames do tipo Papa Nicolau, que é capaz apenas em verificar as lesões provocadas pelo HPV. Já o exame de rastreamento, identifica a presença dos chamados Papilomas do grupo cancerígeno. É isso que mostra a reportagem apresentada pela jornalista Carolina Cerqueira, na quinta-feira, 1º de novembro, no #SPRecord, exibido de segunda a sexta-feira, a partir das 18h50, pela #TVBRecordTV.

 

Mais de Destaque