Economia

Governo retoma pagamentos do PIS/Pasep com reajustes na quarta

Valores dos benefícios foram corrigidos e trabalhadores que deixarem para sacar a partir de amanhã vão receber um valor um pouco maior

Saque foi autorizado para trabalhadores de todas as idades/ Evandro Leal - Agência Freelancer- Folhapress - 04.06.2018

Giuliana Saringer, do R7, com Agência Brasil 07/08/2018 - 07H40 (ATUALIZADO EM 07/08/2018 - 07H43)

As cotas do PIS/Pasep serão liberadas nesta quarta-feira (8) com reajuste para os trabalhadores que possuem créditos e ainda não fizeram o saque. 

Os saques dos valores haviam sido suspensos entre os dias 30 de junho a 7 de agosto para que o governo pudesse reajustar os montantes. Isso significa que quem deixou para sacar a partir de quarta vai receber um valor maior do que os trabalhadores que já receberam o dinheiro.

As datas de início de pagamento são determinadas de acordo com o número final do benefício do Pasep. No caso do PIS, os valores são liberados dependendo do mês de nascimento do trabalhador. 

Os nascidos em julho recebem a partir de ​26 de junho de 2018 e os aniversariantes do mês de junho terão os créditos liberados no dia 14 de março de 2019. ​​É possível consultar o calendário completo nos sites da Caixa e do Banco do Brasil. 

Quem pode sacar?

Depois da assinatura de um decreto pelo presidente Michel Temer (MDB), todos os trabalhadores que tiveram um emprego formal entre 1971 e 1988 podem sacar o benefício até o dia 28 de setembro deste ano. Esta regra é válida para trabalhadores com menos de 59 anos. 

Os trabalhadores com mais de 60 anos podem sacar o benefício a qualquer momento, mantendo a regra anterior. 

Como sacar?

 

O PIS é o benefício concedido aos trabalhadores da rede privada e deve ser sacado na Caixa Econômica Federal. Já o Pasep é destinado aos servidores públicos e fica sob responsabilidade do Banco do Brasil. 

Regras do BB:

De acordo com o Banco do Brasil, responsável pelo pagamento dos saldos do Pasep, que beneficia servidores públicos, caso o cotista não seja correntista ou poupador do BB e possuir saldo de até R$ 2,5 mil, ele poderá realizar a transferência da sua cota via TED (Transferência Eletrônica Direta) para conta de sua titularidade em outro banco, sem nenhum custo. A operação poderá ser feita nos terminais de autoatendimento do BB ou na internet (www.bb.com.br/pasep).

No mesmo portal na internet, os cotistas poderão conferir o quanto possuem de saldo na conta inativa. Para quem tiver saldo superior a R$ 2,5 mil, os saques poderão ser realizados nas agências do banco, bastando que o cotista apresente documento oficial de identificação.

Regras da Caixa:

O saque das cotas do PIS, que beneficia trabalhadores do setor privado, será efetivado após a confirmação do direito nas agências da Caixa. Os pagamentos das cotas com valor até R$ 1,5 mil podem ser realizados no autoatendimento da Caixa apenas com a Senha Cidadão, sem a necessidade do Cartão do Cidadão, ou com Cartão Cidadão e senha nas unidades lotéricas e Caixa Aqui, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto.

Os saques de valores até R$ 3 mil podem ser feitos com Cartão do Cidadão e Senha Cidadão no autoatendimento, unidades lotéricas e Caixa Aqui, com documento de identificação oficial com foto.

Os valores acima de R$ 3 mil devem ser sacados nas agências, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto. A Caixa ainda orienta que os trabalhadores consultem o site www.caixa.gov.br/cotaspis para serem direcionados à melhor opção de pagamento, antes de se dirigirem a um dos canais oferecidos.

Mais de Economia