Esportes

Inglaterra deseja a final para superar "fardo" da Premier League

Com base no mesmo 3-5-2 de 28 anos atrás, na sua última semifinal, equipe inglesa busca a vitória contra a Croácia para ir à 2ª final de Mundial

Kane é o artilheiro da Copa do Mundo de 2018 / Reuters

Eugenio Goussinsky, do R7 11/07/2018 - 04h00

Uma das afirmações que mais tem incomodado os ingleses é a seguinte: "A Premier League é muito forte, mas é por causa dos estrangeiros. A seleção inglesa fica cada vez mais fraca".

E a seleção inglesa entra em campo nesta quarta-feira, 11 de julho, às 15h, em Moscou, contra a Croácia, pelas semifinais da Copa do Mundo, justamente para superar este fardo que tem acompanhado o futebol da Inglaterra, principalmente desde a implantação desta badalada competição nacional, em 1992.

Trabalhando para isso, pelo menos, a Federação Inglesa está. Tem mantido um padrão desde as categorias de base. Muitos jogadores tem sido revelados. E a juventude desta equipe que disputa a Copa do Mundo é mais uma esperança de que finalmente a equipe alie técnica e vigor físico a resultados.

O técnico Gareth Southgate terá força máxima para a partida, com as recuperações do volante e capitão Jordan Henderson, do atacante Jamie Vardy e do goleiro Pickford, uma das sensações da equipe.

A Inglaterra, como há 28 anos, quando disputou sua última semifinal, continua apostando em um esquema 3-5-2. Se vencer. chegará à sua segunda final de Copa do Mundo.

Mas, entre os zagueiros, há mais versatilidade, com Kyle Walker ocupando o setor, mesmo sendo lateral-direito de origem. Isso dá mais mobilidade na marcação e na saída de bola. A ideia é manter o trio, principalmente porque a Croácia vem com três atacantes: Rebic, Kramaric e Mandzukic.

No meio, Henderson tem ocupado os espaços com eficiência, tanto nas coberturas quanto na fluência das jogadas. Falta ainda uma atuação mais efetiva dos meias Dele Alli e Lingard, sempre muito marcados.

A questão é que, contra os croatas, um deles terá de ajudar na marcação das saídas de bola de Modric e Rakitic.

 

Mas, na vitória sobre a Suécia, nas quartas, por 2 a 0, eles já mostraram evolução. Conseguiram ajudar na marcação e ainda acionaram com mais frequência os atacantes Raheem Sterling e Harry Kane, até agora o artilheiro da competição.

Equipes prováveis

Data e local: quarta-feira (11), às 15h, Estádio Lujniki, em Moscou

Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)

Assistentes: Bahattin Duran (Turquia) e Tarik Ongun (Turquia)

Croácia: Subasic (Kalinic); Corluka, Vida, Lovren e Strinic; Ivan Rakitic, Luka Modric e Perisic; Rebic, Kramaric e Mandzukic. Técnico: Zlatko Dalic.

Inglaterra: Pickford; Walker, Stones e Maguire; Trippier, Henderson, Lingard, Dele Alli e Young; Sterling e Kane. Técnico: Gareth Southgate.

Mais de Esportes